As duas versões do ‘Prospecto de Tavira’ (1780 e 1797)

ACTUALIZAÇÃO: Obrigado ao Marco Sousa Santos por me apontar correctamente para qual seria a localização correcta da casa da Bateria do Registo.

São múltiplas as referências dadas a esse personagem do século XVIII que deixou um verdadeiro manancial de cartas militares, ilustrações e desenhos paisagísticos. Estou, claro, a referir-me a José Sande de Vasconcelos, eborense de nascimento, tavirense de adopção. Da cidade que escolheu para sua residência o engenheiro militar deixou uma série de plantas, como a Planta do Castelo de Tavira, a Planta do Interior de Tavira e finalmente O Mapa de Tavira e seus arredores, um verdadeiro tesouro cartográfico com as dimensões de 4,11 m de largura para 1,72 m de altura. Para as dimensões que foi executada, a Carta dos Arredores de Tavira para ser completamente desembrulhada, precisava de uma mesa daquelas que davam para 8 pessoas. O engenheiro esmerou-se realmente na concepção da carta, e além de cartografar indicações e pormenores preciosos a respeito de Tavira no século XVIII, com bastante texto no referido mapa, acrescentou em rodapé quatro ilustrações de campo suas, a que chama prospectos que são, da esquerda para a direita : Prospecto do Lugar da Conceição tirado do ponto a,  Prospecto da Cidade de Tavira tirado do ponto do Regto. b, Prospecto d’Horta do Bispo Q He D’D.Anta. [Antónia] Thereza de Aguiar tirado do ponto e e finalmente Prospecto d’Lugar d’N.Snra. D’Luz . Ao primeiro prospecto , o do lugar da Conceição já fiz referência aqui noutro artigo , o que me interessa agora é falar do Prospecto da Cidade de Tavira, pois conhecem-se duas versões desta ilustração, a primeira, que está inclusa no referido Mapa de Tavira e seus arredores que terá sido concebida em 1780 segundo o que diz a BND e conhece-se uma segunda versão, datada de 1797, e em excelente estado de conservação, da mesma ilustração, pertence ao arquivo da Sociedade de Geografia de Lisboa. Sande de Vasconcelos terá, usando a primeira versão com ponto de partida, acrescentou mais pormenores e ainda enumera o nome dos habitantes em cada uma das casas que se vêm a partir do rio desde o sul da cidade. Estes desenhos foram executados no local onda na altura se situava a Bateria do Registo, usada na defesa da cidade de Tavira a qualquer investida inimiga pelo rio e ao mesmo tempo local de aula prática de artilharia ministrada precisamente pelo brigadeiro-engenheiro.

streetview-bateria-registo-corrigido
Casa da Bateria do Registo, na estrada para as Quatro Águas. Foto do Street View da Google

streetview-vista-desde-bateria-registo-corrigido
Vista desde a bateria do Registo. Corresponderá aproximadamente 220 anos depois à vista que Sande de Vasconcelos usou para esboçar o seu Prospecto.
Foto do Street View da Google
f11
Bateria do Registo de Tavira, nas margens do Rio, figura patente na obra de Sande de Vasconcelos Fortalezas e Baterias no Algarve (1784), e de onde supostamente as ilustrações do prospecto de Tavira terão sido obtidas.

Aqui ficam as duas versões do prospecto da Cidade de Tavira. O estado de conservação da segunda versão de 1797 é deveras impressionante, comparando com a versão de 1780, cujo texto em letra pequena é praticamente ilegível a não ser com ajuda de uma lupa ou alguma espécie de restauro.

dois-prospectos

Anúncios

Autor: digitalfisherman

I lost the eye which used to peer into the future. The eye that looks into the past is the only one that remains.

5 opiniões sobre “As duas versões do ‘Prospecto de Tavira’ (1780 e 1797)”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s